CATEQUESE !!!

Fazei tudo o que Ele vos mandar (Jo 2,5)

Reflexão litúrgica para o XVI Domingo do Tempo Comum - B

Jesus entre os discípulos. Qual Bom Pastor, "Jesus viu uma grande multidão do povo e sentiu compaixão dele".

Jesus entre os discípulos. Qual Bom Pastor, "Jesus viu uma grande multidão do povo e sentiu compaixão dele". 

"No final das nossas atividades apostólicas, devemos ouvir, na oração e na reflexão, o parecer do Senhor, da comunidade e da família."

Pe. Cesar Augusto dos Santos - Cidade do Vaticano

A primeira leitura deste XVI Domingo do Tempo Comum fala da repreensão que Deus, através do Profeta Jeremias, fez aos últimos Reis de Israel daquele tempo, Joaquim e Sedecias, por não terem cuidado do povo, levado como escravo para a Babilônia.

Desde o Livro do Gênesis, Deus nunca se deixa derrotar pelas más ações humanas, mas seu amor sempre vence. Imediatamente, após chamar a atenção do povo e anunciar o castigo, o Senhor anuncia a vinda de verdadeiros pastores, que deveriam zelar pelo rebanho. Porém, vai mais além, suscitando um rei, entre os descendentes de Davi. Este rei “faria valer a justiça e a retidão na terra”.

Foi o que aconteceu com a vinda de Jesus Cristo, que não trouxe de volta o esplendor de Salomão, mas a mudança dos corações. Eis a diferença entre os novos pastores: não davam primazia ao que poderia corromper os seres humanos, que passam, mas ao que os tornaria filhos de Deus e irmãos de todos.

Também nós deveríamos fazer um exame de consciência para ver se não traímos a confiança depositada em nós por Deus, pela família, pelos amigos, ao sermos infiéis aos nossos propósitos.

Para saber se estamos no bom caminho ou se a autoridade, seja ela qual for, tem a aprovação divina ou não, deveríamos examinar o que foi feito, em favor da justiça e do direito, e se a liderança foi usada para servir, apesar de perder os privilégios.

No Evangelho, São Marcos nos dá uma grande lição: a necessidade de fazermos uma avaliação do nosso trabalho sob a luz divina. Era isto que os discípulos faziam ao voltar realizados de suas atividades missionárias; eles relatavam a Jesus o que acontecia durante o dia.

Por isso, o agente pastoral e o leigo cristão jamais devem sucumbir por ativismo. Pelo contrário, o que fizerem seja fruto da oração e da escuta de Deus. Não basta uma simples reflexão humana, mas devemos rezar, dialogar com o Senhor e ouvir o que ele nos diz, em nossa mente e em nosso coração, sobre as nossas atividades. É preciso também ouvir, na oração, a nossa comunidade e a nossa família.

Fonte: VATICANNEWS

Exibições: 44

Comentar

Você precisa ser um membro de CATEQUESE !!! para adicionar comentários!

Entrar em CATEQUESE !!!

CAPELA VIRTUAL

Vem meditar comigo

 

EU ESTOU AQUI

 

 

 

Membros

Fórum

Quem fundou a Igreja Católica???

Iniciado por Jorge Kontovski 11 Jan.

Batismo em crianças

Iniciado por laila patricia 28 Set, 2015.

Confissão para a Primeira Eucaristia de Crianças (entre 11 e 13 anos) ?? 7 respostas 

Iniciado por Jorge -Catequista de Adolescente. Última resposta de Delourdes P. Prado 2 Jun, 2014.

1°Encontro

Iniciado por ana maria barbosa de araujo 21 Mar, 2014.

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Badge

Carregando...

LINKS

Estes contam com o meu apoio:

Baixar Livros Gratis em PDF
Baixar Livros Gratis

CATEQUESE E LUZ

PEQUENAS IRMÃS DA SAGRADA FAMÍLIA

Image

 

A PAIXÃO DE SER CATEQUISTA

Image

 

© 2018   Criado por Jorge Kontovski.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço