CATEQUESE !!!

Fazei tudo o que Ele vos mandar (Jo 2,5)

O Papa: que haja paz nas famílias e unidade na Igreja

1588569772769.JPG

Na Missa esta segunda-feira (04/05) na Casa Santa Marta, no Vaticano, o Papa dirigiu seu pensamento às famílias trancadas em casa por causa da pandemia e rezou para que não haja violência, mas paz, paciência e criatividade. Na homilia, recordou que Jesus quer a unidade na Igreja: devemos vencer a tentação das divisões

VATICAN NEWS

Francisco presidiu a Missa na Casa Santa Marta, no Vaticano, na manhã desta segunda-feira (04/05) da IV Semana da Páscoa. Na introdução, dirigiu seu pensamento às famílias:

Rezemos hoje pelas famílias: neste tempo de quarentena, a família, trancada em casa, busca fazer muitas coisas novas, muita criatividade com as crianças, com todos, para seguir adiante. E tem também outra coisa, que às vezes se tem a violência doméstica. Rezemos pelas famílias, para que continuem em paz com criatividade e paciência, nesta quarentena.

Na homilia, o Papa comentou a passagem do dia Livro dos Atos dos Apóstolos (At 11,1-18) em que Pedro, repreendido pelos irmãos ainda atrelados às normas mosaicas por ter comido numa casa de pagãos, conta que o Espírito Santo desceu também sobre eles. Pedro – afirmou o Santo Padre – o fizera porque o Espírito Santo o tinha guiado. Mas na Igreja – observou Francisco – há sempre esse sentir a si mesmos justos e considerar os outros pecadores. Essa é uma doença da Igreja que nasce das ideologias. É um pensar mundano que se faz intérprete da Lei. São ideias que criam divisões, a ponto que a divisão se torna mais importante do que a unidade. O Senhor quer a unidade.

No Evangelho (Jo 10,11-18), Jesus afirma que tem também outras ovelhas não são deste redil e também a elas deve conduzir. Escutarão a sua voz, e haverá um só rebanho e um só pastor. Diz ser pastor de todos: grandes e pequenos, ricos e pobres, bons e maus. Veio para todos, morreu por todos. Também pelas pessoas que não creem n’Ele ou são de outras religiões: veio para todos. Temos um só Redentor. Todavia, a tentação é dizer eu sou desta ou daquela parte. As diferenças são lícitas, mas na unidade da Igreja. Temos todos um só pastor, Jesus. Que o Senhor nos liberte da psicologia da divisão e nos mostre que somos todos irmãos em Jesus – foi a oração conclusiva do Pontífice.

A seguir, o texto da homilia transcrita pelo Vatican News:

Quando Pedro subiu a Jerusalém, os fiéis o repreenderam. Repreenderam-no porque tinha entrado na casa de homens não circuncisos e comido com eles, com os pagãos: isso não se podia, era um pecado. A pureza da Lei não permitia isso. Mas Pedro o fizera porque tinha sido o Espírito Santo a levá-lo ali. Sempre há na Igreja – havia muito na Igreja primitiva, porque a coisa não era clara – este espírito de “nós somos os justos, os outros (são) os pecadores”. Este “nós e os outros”, “nós e os outros”, as divisões: “Temos propriamente a posição justa diante de Deus”. Ao invés, há “os outros”, se diz também: São os já “condenados”. E essa é uma doença da Igreja, uma doença que nasce das ideologias ou dos partidos religiosos... Pensar que no tempo de Jesus havia ao menos quatro partidos religiosos: o partido dos fariseus, o partido dos saduceus, o partido dos zelotas e o partido dos essênios, e cada um interpretava “a ideia” que tinha da Lei. E essa ideia é uma escola fora da Lei quando é um modo de pensar, de perceber o mundo que se faz intérprete da Lei. Até Jesus era repreendido porque entrava na casa dos publicanos – que eram pecadores, segundo eles – e comia com eles, com os pecadores, porque a pureza da Lei não permitia isso; e antes da refeição não lavavam as mãos... Mas sempre aquela repreensão que cria divisão: isto que eu gostaria de ressaltar é importante.

Há ideias, posições que criam divisão, a ponto que a divisão é mais importante do que a unidade. A minha ideia é mais importante do que o Espírito Santo que nos guia. Tem um cardeal emérito que mora aqui no Vaticano, um pastor muito bom, e ele dizia a seus fiéis: “A Igreja é como um rio, sabem? Alguns estão mais desta parte, alguns da outra parte, mas o importante é que todos estejam dentro do rio”. Essa é a unidade da Igreja. Ninguém fora, tudo dentro. Depois, com as peculiaridades: isso não divide, não é ideologia, é lícito. Mas por que que a Igreja tem essa amplitude de rio? Porque o Senhor quer assim.

O Senhor, no Evangelho, nos diz: “Tenho ainda outras ovelhas que não são deste redil: também a elas devo conduzir; escutarão a minha voz, e haverá um só rebanho e um só pastor”. O Senhor diz: “Tenho ovelhas em todos os lugares e eu sou pastor de todos”. Este “todos” é muito importante. Pensemos na parábola do banquete nupcial, quando os convidados não queriam ir: um porque tinha comprado um campo, outro tinha se casado... cada um deu o seu motivo para não ir. E o proprietário enraiveceu-se e disse: “Ide, pois, às encruzilhadas e trazei todos à festa”. Todos. Grandes e pequenos, ricos e pobres, bons e maus. Todos. Este “todos” é, de certo modo, a visão do Senhor que veio para todos. “Mas morreu também por aquele desgraçado que me tornou a vida impossível?: morreu também por ele. “E por aquele bandido?: morreu por ele. Por todos. E também pelas pessoas que não creem n’Ele ou que são de outras religiões: morreu por todos. Isso não significa que se deve fazer proselitismo: não. Mas Ele morreu por todos, justificou todos.

Aqui em Roma tem uma senhora, uma boa mulher, uma professora, a professora Mara, que quando se encontrava em dificuldade... e havia partidos, dizia: “Cristo morreu por todos: vamos pra frente! Aquela capacidade construtiva. Temos um só Redentor, uma só unidade: Cristo morreu por todos. Ao invés, a tentação... também Paulo a sofreu: “Eu sou de Paulo, eu sou de Apolo, eu sou desse, eu sou daquele...” E pensemos em nós, cinquenta anos atrás, no pós-Concílio: as coisas, a divisões que a Igreja sofreu. “Eu sou desta parte, eu penso assim, você assim...” Sim, é lícito assim, mas na unidade da Igreja, sob o Pastor Jesus.

Fonte: VaticanNews

Exibições: 14

Comentar

Você precisa ser um membro de CATEQUESE !!! para adicionar comentários!

Entrar em CATEQUESE !!!

CAPELA VIRTUAL

Vem meditar comigo

 

EU ESTOU AQUI

 

 

 

Membros

Fórum

Quem fundou a Igreja Católica???

Iniciado por Jorge Kontovski 11 Jan, 2018.

Batismo em crianças

Iniciado por laila patricia 28 Set, 2015.

Confissão para a Primeira Eucaristia de Crianças (entre 11 e 13 anos) ?? 7 respostas 

Iniciado por Jorge -Catequista de Adolescente. Última resposta de Delourdes P. Prado 2 Jun, 2014.

1°Encontro

Iniciado por ana maria barbosa de araujo 21 Mar, 2014.

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Badge

Carregando...

LINKS

Estes contam com o meu apoio:

Baixar Livros Gratis em PDF
Baixar Livros Gratis

CATEQUESE E LUZ

PEQUENAS IRMÃS DA SAGRADA FAMÍLIA

Image

 

A PAIXÃO DE SER CATEQUISTA

Image

 

© 2020   Criado por Jorge Kontovski.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço