CATEQUESE !!!

Fazei tudo o que Ele vos mandar (Jo 2,5)

Vários documentos da Igreja, já a algum tempo vem nos falando sobre Iniciação Cristã. Vejo uma grande urgência em dar os primeiros passos para uma catequese com um perfil iniciático. Gostaria de saber o que os catequistas podem fazer para responder ao apelo da Igreja. O Documento diz algo que me chama atenção: "Ou colocamos as pessoas em contato com Jesus Cristo, ou não cumpriremos nosso papel." Será que estamos fazendo uma catequese onde o catequizando faz um encontro pessoal com Jesus?

Exibições: 421

Anexos

Responder esta

Respostas a este tópico

Wagner, estou com uma dúvida desde que disse que é reitor de um Seminário e estava sem jeito de lhe perguntar, mas já estamos nos falando dinovo...
Devo então lhe chamar de "Pe". Wagner? Como é o Seminário aí? Desculpe por minha ignorancia! E muito obrigada pela indicação, gosto mesmo muito de ler.

Wagner Jose disse:
Ola Maraisa, Pz e Bem querida....
Parabens pela discussão que voce apresta...
Olha estou lendo um livro, de JUAN A. RUIZ DE GOPEGUI. EXPERIENCIA DE DEUS E CATEQUESE NARRATIVA. EDIÇÕES LOYOLA. 2010. VEja so o que o autor diz: " A comunidade cristã deve perguntar-se se sua vida e a forma de anunciar a Boa Nova são tais que possam ser instrumento nas mãos divinas para que os homens e as mulheres do nosso mundo possam realizar por seu meio a experiência do encontro com Deus. Se isso não acontece, a Igreja não pode ter a pretensão de ser obedecida". "A Igreja só pode esperar obediencia à sua palavra se nela o ouvinte da palavra reconhece o próprio Deus falando-lhe no mais intimo do seu ser". VALE A PENA LER ESSE LIVRO...
Maraísa
obrigada os slides sao otimos pode me mandar os que tiver sim, eu uso bastante recursos aki na minha paróquia.
ref a "sede e procuram algo mais" eu vivi essa experiencia em minha vida, depois de 10 anos que dava catequese, resolvi "tirar ferias". bom fiquei 1 ano "parada", chorava muito, e sentia que faltava alguma coisa, participava das missas mas mesmo assim tinha o presentimento que faltava alguma coisa, aí cheguei a conclusão que era meu trabalho como catequista, na verdade era a falta de servir a DEUS. no ano seguinte me chamaram novamente para dar catequese e , acredite, tive a certeza que era isso mesmo. nunca mais parei.
uma vez um Padre me falou "Sandra todos tem seu TEMPO, uns caminham mais rápido e percebem mais rapido tb a presença e a falta de JESUS, outros caminham mais lentos, cabe a quem anda mais rapido, diminuir o passo para ajudar o mais lento a caminhar a seu lado." nunca mais me esqueci, por isso respeito o tempo de cada um e sei que todos os caminhos levam a JESUS um dia todos chegam se DEUS quiser. rs
ref ao seu trabalho com as familias, aki costumamos fazer 1 vez por mes na propria catequese das crianças, convidar os pais para participarem, e damos a catequese normal, muitos tiram dúvidas sobre a religião, igreja, é bem legal e os pais ficam mais participativos nas missas tbm, nao é 100% de presença, nunca é, mas os que vem gostam e voltam.
a Irmã que temos aki também a cada 2 meses faz um momento de oração, adoração com os pais, também conseguimos bastante participação. são idéias que vamos "testando" para chegar as familias, algumas dão certo outras nao mas o importante é nao desistirmos das familias né?
bjs
fique com DEUS
Sandra

Maraísa Rodrigues disse:
Obrigada Sandra, o texto é muito bom mesmo. Acredito que você está no caminho certo. Sabe o que percebo em minha comunidade; vejo que aqueles que estão afastados da Igreja, ou aqueles que participam de vez em quando, têm uma sede, procuram por algo e muitas vezes nem sabem que o que falta é Deus. Então buscam preencher este vazio em coisas muito superficiais. E nosso desafio é cada vez maior! Descobrir qual é a sede de cada um. No mês de outubro estou pensando em fazer uma atividade com as famílias, mas para ouví-los, Só o catequista e a família, mas ainda não sei de que forma, se tiver idéias me envie. Estou te mandando alguns slide que talvez possa servir, se gostar tenho um monte deles já prontos!


sandra penteado disse:
Maraísa boa tarde
Estou lendo as respostas e comentarios ref sua pergunta e e percebi que a maioria dos que são catequistas o são a pouco tempo, 1 ou 2 anos, e percebi as criticas aos catequistas mais "velhos" rs, bom sou catequista a 18 anos e digo que minha preocupação com a catequese é a mesma de voces, isso ja a 18 anos, como "passamos a catequese?", como ensinamos? a preocupação de nao ser AULA E EU NAO SOU PROFESSORA é grande, procuro sempre deixa isso claro para as crianças e para os pais, procuro sempre mostrar JESUS como amigo, falo sempre "em e com" JESUS para elas verem e irem ja se acostumando a conversarem com Ele sempre, procurar, contar, rir, chorar td como se JESUS estivesse (e esta) junto deles. acredito que faço um bom trabalho pelo menos tenho catequizandos de 23/24 anos que vejo nas missas e vem sempre me abraçar na hr da paz, e isso para mim é mais que gratificante. rs. nunca me prendi so no "encontro preparado" sempre busco recursos em livros, internet, outros catequistas, Padre, Irmãs e principalmente no ESPIRITO SANTO para poder chegar ao entendimento e coração das crianças.
temos formação mensal para os catequistas aki na paroquia e temos uma escola da fé que é semanal, essa é para toda comunidade mas os catequistas foram "convocados" pelo Padre a participar, mesmo assim são poucos que vão.
na formação mensal estamos estudando o DNC inclusive estou te enviando em anexo um estudo que tive que fazer para apresentar nessa formação que fala justamente da iniciação cristã, acho que ficou bom, pelo menos o Padre elogiou..rs
bom espero que goste e se tiver material a respeito me envie tb ok? estou sempre buscando conhecimento por que acredito que esse tem que ser permanente.
Fique com DEUS!
bjs
Sandra
Ola Maraisa. Sim sou Padre...

Entao esse livro é mesmo fantastico voce vai gostar.

Abraços...

Maraísa Rodrigues disse:
Wagner, estou com uma dúvida desde que disse que é reitor de um Seminário e estava sem jeito de lhe perguntar, mas já estamos nos falando dinovo...
Devo então lhe chamar de "Pe". Wagner? Como é o Seminário aí? Desculpe por minha ignorancia! E muito obrigada pela indicação, gosto mesmo muito de ler.

Wagner Jose disse:
Ola Maraisa, Pz e Bem querida....
Parabens pela discussão que voce apresta...
Olha estou lendo um livro, de JUAN A. RUIZ DE GOPEGUI. EXPERIENCIA DE DEUS E CATEQUESE NARRATIVA. EDIÇÕES LOYOLA. 2010. VEja so o que o autor diz: " A comunidade cristã deve perguntar-se se sua vida e a forma de anunciar a Boa Nova são tais que possam ser instrumento nas mãos divinas para que os homens e as mulheres do nosso mundo possam realizar por seu meio a experiência do encontro com Deus. Se isso não acontece, a Igreja não pode ter a pretensão de ser obedecida". "A Igreja só pode esperar obediencia à sua palavra se nela o ouvinte da palavra reconhece o próprio Deus falando-lhe no mais intimo do seu ser". VALE A PENA LER ESSE LIVRO...
Ola MAraisa de qual paroquia voce é mesmo, e qual diocse?
Oi Pe. Wagner, como tem passado? Demorei um pouco para responder, pois não consegui abrir meu email ontem. Sou de Monte Sião, Paróquia Nossa Senhora da Medalha Milagrosa, arquidiocese de Pouso Alegre. Aqui foi elevado a Santuário ha 10 anos e a cidade é conhecida como capital nacional do tricô. Economicamente falando, aqui é muito bom. Moro em uma comunidade pequena da Zona Rural, porém tem em meu bairro aproximadamente 70 famílias. Sempre gostei de morar na Zona Rural, parece que o espírito comunitário é maior! E você, antes de ser reitor, já trabalhou em paróquias? Como foi a experiência?



Wagner Jose disse:
Ola MAraisa de qual paroquia voce é mesmo, e qual diocse?
Ola MAraisa... ja trabalhei como vigario.. foi umaexperiencia legal sim...
Atualmente atuo em oito comunidades uma paroquia... temos tenatndo levar umarealidade de comunhão pois´é uma realidade de quase parqouia.......

entao Pouso Alegre... Que legal... Ja estive ai numa paroquia numa ordenaçao do Pe. Antonio Eduardo.,, de Maria da Fé....
O Pe. Clemildes ainda é o coordenador diocesano da catquese?
Felicidadess...




Maraísa Rodrigues disse:
Oi Pe. Wagner, como tem passado? Demorei um pouco para responder, pois não consegui abrir meu email ontem. Sou de Monte Sião, Paróquia Nossa Senhora da Medalha Milagrosa, arquidiocese de Pouso Alegre. Aqui foi elevado a Santuário ha 10 anos e a cidade é conhecida como capital nacional do tricô. Economicamente falando, aqui é muito bom. Moro em uma comunidade pequena da Zona Rural, porém tem em meu bairro aproximadamente 70 famílias. Sempre gostei de morar na Zona Rural, parece que o espírito comunitário é maior! E você, antes de ser reitor, já trabalhou em paróquias? Como foi a experiência?



Wagner Jose disse:
Ola MAraisa de qual paroquia voce é mesmo, e qual diocse?

Paz e Bem,

Creio que você já deu o primeiros passo, aceitando ser catequista. Não deixa de ser uma iniciação de fé, amor, bondade, doação. A Caminhada só é longa para quem tem pernas curtas, mas com Cristo, ele nos leva ao colo.

Feliz Natal e um 2011 repleto de bençãos.

Susko - Irati/PR



sandra penteado disse:

Maraísa
obrigada os slides sao otimos pode me mandar os que tiver sim, eu uso bastante recursos aki na minha paróquia.
ref a "sede e procuram algo mais" eu vivi essa experiencia em minha vida, depois de 10 anos que dava catequese, resolvi "tirar ferias". bom fiquei 1 ano "parada", chorava muito, e sentia que faltava alguma coisa, participava das missas mas mesmo assim tinha o presentimento que faltava alguma coisa, aí cheguei a conclusão que era meu trabalho como catequista, na verdade era a falta de servir a DEUS. no ano seguinte me chamaram novamente para dar catequese e , acredite, tive a certeza que era isso mesmo. nunca mais parei.
uma vez um Padre me falou "Sandra todos tem seu TEMPO, uns caminham mais rápido e percebem mais rapido tb a presença e a falta de JESUS, outros caminham mais lentos, cabe a quem anda mais rapido, diminuir o passo para ajudar o mais lento a caminhar a seu lado." nunca mais me esqueci, por isso respeito o tempo de cada um e sei que todos os caminhos levam a JESUS um dia todos chegam se DEUS quiser. rs
ref ao seu trabalho com as familias, aki costumamos fazer 1 vez por mes na propria catequese das crianças, convidar os pais para participarem, e damos a catequese normal, muitos tiram dúvidas sobre a religião, igreja, é bem legal e os pais ficam mais participativos nas missas tbm, nao é 100% de presença, nunca é, mas os que vem gostam e voltam.
a Irmã que temos aki também a cada 2 meses faz um momento de oração, adoração com os pais, também conseguimos bastante participação. são idéias que vamos "testando" para chegar as familias, algumas dão certo outras nao mas o importante é nao desistirmos das familias né?
bjs
fique com DEUS
Sandra

Maraísa Rodrigues disse:
Obrigada Sandra, o texto é muito bom mesmo. Acredito que você está no caminho certo. Sabe o que percebo em minha comunidade; vejo que aqueles que estão afastados da Igreja, ou aqueles que participam de vez em quando, têm uma sede, procuram por algo e muitas vezes nem sabem que o que falta é Deus. Então buscam preencher este vazio em coisas muito superficiais. E nosso desafio é cada vez maior! Descobrir qual é a sede de cada um. No mês de outubro estou pensando em fazer uma atividade com as famílias, mas para ouví-los, Só o catequista e a família, mas ainda não sei de que forma, se tiver idéias me envie. Estou te mandando alguns slide que talvez possa servir, se gostar tenho um monte deles já prontos!


sandra penteado disse:
Maraísa boa tarde
Estou lendo as respostas e comentarios ref sua pergunta e e percebi que a maioria dos que são catequistas o são a pouco tempo, 1 ou 2 anos, e percebi as criticas aos catequistas mais "velhos" rs, bom sou catequista a 18 anos e digo que minha preocupação com a catequese é a mesma de voces, isso ja a 18 anos, como "passamos a catequese?", como ensinamos? a preocupação de nao ser AULA E EU NAO SOU PROFESSORA é grande, procuro sempre deixa isso claro para as crianças e para os pais, procuro sempre mostrar JESUS como amigo, falo sempre "em e com" JESUS para elas verem e irem ja se acostumando a conversarem com Ele sempre, procurar, contar, rir, chorar td como se JESUS estivesse (e esta) junto deles. acredito que faço um bom trabalho pelo menos tenho catequizandos de 23/24 anos que vejo nas missas e vem sempre me abraçar na hr da paz, e isso para mim é mais que gratificante. rs. nunca me prendi so no "encontro preparado" sempre busco recursos em livros, internet, outros catequistas, Padre, Irmãs e principalmente no ESPIRITO SANTO para poder chegar ao entendimento e coração das crianças.
temos formação mensal para os catequistas aki na paroquia e temos uma escola da fé que é semanal, essa é para toda comunidade mas os catequistas foram "convocados" pelo Padre a participar, mesmo assim são poucos que vão.
na formação mensal estamos estudando o DNC inclusive estou te enviando em anexo um estudo que tive que fazer para apresentar nessa formação que fala justamente da iniciação cristã, acho que ficou bom, pelo menos o Padre elogiou..rs
bom espero que goste e se tiver material a respeito me envie tb ok? estou sempre buscando conhecimento por que acredito que esse tem que ser permanente.
Fique com DEUS!
bjs
Sandra

Valeu Nelson Feliz natal a você também! Você é Catequista também? Quando puder fale mais sua experiencia na Catequese...

Nelson Luiz Alves Susko disse:

Paz e Bem,

Creio que você já deu o primeiros passo, aceitando ser catequista. Não deixa de ser uma iniciação de fé, amor, bondade, doação. A Caminhada só é longa para quem tem pernas curtas, mas com Cristo, ele nos leva ao colo.

Feliz Natal e um 2011 repleto de bençãos.

Susko - Irati/PR

Sim sou catequista em meu 2º ano, ou seja iniciei no ano passado com a 1ª fase e este ano com a 4ª Fase. Provavelmente eu trabalhe em 2011 com a  1ª Fase para que motive as crianças a caminhar na igreja com a família e com Cristo. Tbem trabalho com ação social, voltado para detentos, famílias e jovens...Tenha um maravilhoso dia de muitas realizações.

Nelson Susko - Irati/PR


Maraísa Rodrigues disse:

Valeu Nelson Feliz natal a você também! Você é Catequista também? Quando puder fale mais sua experiencia na Catequese...

Nelson Luiz Alves Susko disse:

Paz e Bem,

Creio que você já deu o primeiros passo, aceitando ser catequista. Não deixa de ser uma iniciação de fé, amor, bondade, doação. A Caminhada só é longa para quem tem pernas curtas, mas com Cristo, ele nos leva ao colo.

Feliz Natal e um 2011 repleto de bençãos.

Susko - Irati/PR

A paroquia na qual atuamos esta um pouco distante de atuar com o documento de aparecida, mesmo ja tendo começado o estudo ainda é um pouco complicado. Mas acredito que logo jesus nos mostrara o caminho s seguiremos nossa missao.
obrigada pelos slaides, muito bom o material

Maraísa Rodrigues disse:
Obrigada Sandra, o texto é muito bom mesmo. Acredito que você está no caminho certo. Sabe o que percebo em minha comunidade; vejo que aqueles que estão afastados da Igreja, ou aqueles que participam de vez em quando, têm uma sede, procuram por algo e muitas vezes nem sabem que o que falta é Deus. Então buscam preencher este vazio em coisas muito superficiais. E nosso desafio é cada vez maior! Descobrir qual é a sede de cada um. No mês de outubro estou pensando em fazer uma atividade com as famílias, mas para ouví-los, Só o catequista e a família, mas ainda não sei de que forma, se tiver idéias me envie. Estou te mandando alguns slide que talvez possa servir, se gostar tenho um monte deles já prontos!


sandra penteado disse:
Maraísa boa tarde
Estou lendo as respostas e comentarios ref sua pergunta e e percebi que a maioria dos que são catequistas o são a pouco tempo, 1 ou 2 anos, e percebi as criticas aos catequistas mais "velhos" rs, bom sou catequista a 18 anos e digo que minha preocupação com a catequese é a mesma de voces, isso ja a 18 anos, como "passamos a catequese?", como ensinamos? a preocupação de nao ser AULA E EU NAO SOU PROFESSORA é grande, procuro sempre deixa isso claro para as crianças e para os pais, procuro sempre mostrar JESUS como amigo, falo sempre "em e com" JESUS para elas verem e irem ja se acostumando a conversarem com Ele sempre, procurar, contar, rir, chorar td como se JESUS estivesse (e esta) junto deles. acredito que faço um bom trabalho pelo menos tenho catequizandos de 23/24 anos que vejo nas missas e vem sempre me abraçar na hr da paz, e isso para mim é mais que gratificante. rs. nunca me prendi so no "encontro preparado" sempre busco recursos em livros, internet, outros catequistas, Padre, Irmãs e principalmente no ESPIRITO SANTO para poder chegar ao entendimento e coração das crianças.
temos formação mensal para os catequistas aki na paroquia e temos uma escola da fé que é semanal, essa é para toda comunidade mas os catequistas foram "convocados" pelo Padre a participar, mesmo assim são poucos que vão.
na formação mensal estamos estudando o DNC inclusive estou te enviando em anexo um estudo que tive que fazer para apresentar nessa formação que fala justamente da iniciação cristã, acho que ficou bom, pelo menos o Padre elogiou..rs
bom espero que goste e se tiver material a respeito me envie tb ok? estou sempre buscando conhecimento por que acredito que esse tem que ser permanente.
Fique com DEUS!
bjs
Sandra

Responder à discussão

RSS

CAPELA VIRTUAL

Vem meditar comigo

 

EU ESTOU AQUI

 

 

 

Membros

Fórum

Quem fundou a Igreja Católica???

Iniciado por Jorge Kontovski 11 Jan, 2018.

Batismo em crianças

Iniciado por laila patricia 28 Set, 2015.

Confissão para a Primeira Eucaristia de Crianças (entre 11 e 13 anos) ?? 7 respostas 

Iniciado por Jorge -Catequista de Adolescente. Última resposta de Delourdes P. Prado 2 Jun, 2014.

1°Encontro

Iniciado por ana maria barbosa de araujo 21 Mar, 2014.

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Badge

Carregando...

LINKS

Estes contam com o meu apoio:

Baixar Livros Gratis em PDF
Baixar Livros Gratis

CATEQUESE E LUZ

PEQUENAS IRMÃS DA SAGRADA FAMÍLIA

Image

 

A PAIXÃO DE SER CATEQUISTA

Image

 

© 2020   Criado por Jorge Kontovski.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço