CATEQUESE !!!

Fazei tudo o que Ele vos mandar (Jo 2,5)

Oi, amigos.
Que a Paz esteja em seu lar e na sua catequese.
Estou muito preocupada com os temas a serem abordados nas diversas etapas da catequese. Na nossa Paróquia adotamos o livro “Sementes da Comunhão” Primeira Comunhão, 1ª, 2ª e 3ª fase. Para as turmas de perseverança I, II e III, a bibliografia é mais variada.. São bons livros, não se questiona, mas a catequese deve ser feita também dentro da realidade de nossos catequizandos e muita dessa realidade não está nos livros.
O perfil que se tem observado nos nossos catequizandos é diferente daquele perfil que se define como familiar, ou seja, pai, mãe, irmãos. O perfil de grande parte das nossas crianças é o de crianças que são educadas pelos avós ou moram com pais separados ou são filhos de mães solteiras ou de pais omissos que pensam que educar é dar, dar brinquedos, dar roupas, dar guloseimas, etc. Esquecem muitas vezes, do principal que é dar amor, corrigir nos momentos necessários deixando a orientação espiritual para o catequista. Uma criança que vai participar da Primeira comunhão, em um encontro em que se falou do amor de Deus para com cada um de nós, retrucou que ela não gostava dela, que não se via como uma pessoa bonita, porque os pais dela eram separados e nunca tinham tempo para ela e nem a achavam bonita e ela não tinha obrigação de gostar das outras pessoas.
Muitas virtudes morais estão deturpadas na cabecinha de nossas crianças e jovens e precisamos resgata-las. São virtudes que nos ajudam na prática das boas ações e evitar o pecado e indiretamente, nos levam a Deus.
Temas como alcoolismo, sexo, ficar, consumismo, etc. estão presentes no cotidiano de nossos jovens que muitas vezes não tem a orientação adequada dos pais ou responsáveis e com isto acham que é “tudo normal”. O risco maior é que por estarem ainda em desenvolvimento, necessitam se auto afirmar através de um “quem bebe mais que eu?”, “quem ficou com mais menina (o)”, “eu sou mais sarado”, “só uso roupas de marca”, etc.
É urgente repensar os temas que devemos levar para nossos encontros, apresentando Jesus através da realidade de cada um.
Que Deus nos abençoe!

Exibições: 219

Responder esta

Respostas a este tópico

Boa Tarde
Vim lhe trazer rosas

bjs carinhosos
Anexos
Paz e Bem!
Em nossa comunidade estamos trabalhando com vários livros,pois acreditamos que um completa o outro.As crianças não tem o livro e tiramos xerox para elas de encontros preparados pelos catequistas com o material tirado dos diversos livros. Procuramos mostrar o conteúdo bíblico e trazermos para a nossa realidade .Ralmente não é fácil e são inúmeros desafios a vencer. precisamos ter grande amor pela missão e por nosso senhor Jesus Cristo.Procurar conhecer a família das crianças,fazendo visita ás casas nos mostra uma realidade bem diferente e a nossa linguagem com os catequisandos fica mais humanizada.O principal na catequese é que cada criança faça a expériência de conhecer Jesus. Isso se dará muitas vezes não pela doutrina, mas sim pelo testemunho de amor,de perdão e pela amizade e carinho que o catequista oferece a cada criança.Se conseguirmos apresentar jesus ,pai amoroso às crianças elas vão amá-lo e praticar o seu amor o levando para sua realidade.A catequese deve abordar os temas atuais e muitas vezes usamos jornais,revistas e até o que passa na televisão para evangelizar.Jesus contava parábolas e nós catequistas devemos usar de meios de comunicação e tecnológicos para que a mensagem chegue às nossas crianças.Fique com Deus
Obrigada, Ana Carla por compartilhar comigo da sua experiência dentro da catequese em sua comunidade. Fique com Deus e sob a proteção da Virgem Maria.
Olá a PAZ, Gostei, da preocupação sua, é por este caminho, que temos em vista novos horizontes.
Tudo que foi mencionado está em todos os lugares, esta é a verdade que esta em nossa frente.
O catequista é quem devem ser o principal livro para os catequizandos, este livro chama livro da vida diária. O catequizando precisa de um bom livro, para tirar suas duvidas, "conviver com a família é a tarefa, mas produtiva para a boa catequese" Mas esta não é a verdade atual, sabemos que tem catequistas que chega o dia da primeira comunhão, sem ele conhecer onde mora seu catequizando, esta catequese raras são as sementes que vai germinar, porque esta terra esta sem adubo e seca. Um forte abraso
Olá Paz e bem da parte de Jesus.
Maria da Cunha a sua preocupação veio de encontro com a minha, pois penso o mesmo que voce.
Dou catequese para 12 crianças entre 11 a 16 anos todos iniciantes que ja tentaram outras veses mas acaba desistindo. O que me entritece muito é que a gente prepara a aula com carinho tentando passar o melhor pra eles. Mas existe uma falta de interesse muito grande por parte deles e dos familiares. Marca reunião os pais ou responsaveis não comparecem ja marquei visita na casa com os responsaveis e so me receberam exatamente os pais dos que se comporta bem. Os demais aceitam mas na hora arruma uma desculpa e acaba não acontecendo a visita. Os catequizando não dão atenção quando a gente ta esplicando agum assunto e etcs. O que preciso é de algo para dispertar o interce deles na palavra da Biblia, na evangelização alguma dinamica ou coisas do tipo. Ja levei-os num passeio em lugar bonito e tranquilo aqui perto ficamos uma tarde la se encataram com o lugar mas não conseguiram se alimentar da palavra pois la refletimos um pouco sobre a historia da salvação eles partilharam tudo sertinho. Mas na semana seguinte pedi que fizesse um comentario do que refletimos ninguem sabia mais nada.
Se alguem tiver uma ideia de como fazer ou o que devo fazer para que eles se interece pela catequeze por favor me ajude me dando ideias.
Obrigado e que Deus abençoe!
ola1 como vai,sou catequista tambem essa tambem e minha preocupaçao,so que aqui no meu bairro,as drogas, e que mais me preocupa.acredito que as paroquias deveriam de se preocupar,tambem com uma catequese para os pais.Pois eles vao a catequese quando pequenos,e depois nao voltam mais,ou melhor so voltam para batizar e colocar ,seus filhos na catequese.deveria de se preocupar com os pais dessas crianças.DEUS te abençoe e a virgem de guadalupe lhe proteja.bjs
Cara catequista Maria, hoje 11/11/09 qu estou lendo seu texto, percebo que arealidade de nossa paróquia é a realidade, de todas do nosso país. Por isso, iniciamos a dois anos um trabalho tímido, com famílias dos catequizandos, temos ainda um grande trabalho a ser realizado, porque primeiro somos nós os próprios catequistas, que temos que abrir o coração e a mente para mudanças, acolher a quem nos procura é fácil. Mas ir átras da família e conhecermos a realidade (de cada catequizando) para fazer uma evangelização familiar ainda encontramos dificuldades, entre nós catequistas, Mas o negócio hoje é esse, precisamos com urgência atingirmos as famílias !

Concordo plenamente com você Maria. Vivemos uma ralidade complicada até para um adulto o que dirá um adolescente ou criança. A minha realidade além de ter todos estes problemas que você citou tem outra perigosíssima que é as drogas. Esse mal está avançando e nossa juventude está a mercê. O catequista tem mais este desafio pela frente.
Que Deus nos ilumine!
Bjs!

Responder à discussão

RSS

CAPELA VIRTUAL

Vem meditar comigo

 

EU ESTOU AQUI

 

 

 

Membros

Fórum

Quem fundou a Igreja Católica???

Iniciado por Jorge Kontovski 11 Jan, 2018.

Batismo em crianças

Iniciado por laila patricia 28 Set, 2015.

Confissão para a Primeira Eucaristia de Crianças (entre 11 e 13 anos) ?? 7 respostas 

Iniciado por Jorge -Catequista de Adolescente. Última resposta de Delourdes P. Prado 2 Jun, 2014.

1°Encontro

Iniciado por ana maria barbosa de araujo 21 Mar, 2014.

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Badge

Carregando...

LINKS

Estes contam com o meu apoio:

Baixar Livros Gratis em PDF
Baixar Livros Gratis

CATEQUESE E LUZ

PEQUENAS IRMÃS DA SAGRADA FAMÍLIA

Image

 

A PAIXÃO DE SER CATEQUISTA

Image

 

© 2019   Criado por Jorge Kontovski.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço